Marcas

O passado deixa marcas. As consequências são inimagináveis.

A rejeição de oito anos atrás deixou marcas que ainda  são bem vivas.

Ainda hoje acho melhor ser deixada pra trás do que me sentir um problema. Não gosto de sentir que eu atrapalho.

Naquela época eu atrapalhava, eu era um problema.  Hoje eu não sei se sou, mas é assim que me sinto, e essa sensação é insuportável para mim.

Prefiro a ausência do que a presença custosa. Lido melhor com o não do que com um sim de má vontade.

Um namorado me deixou porque eu era complicada demais, ele se sentia aliviado longe de mim. Se sentiu mais feliz e mais leve não tendo que lidar com todo o gigante problema que eu era.

Hoje sou bem menos complicada. Mas ainda sou imprevisível, confusa e tola em muitos momentos. E isso não combina com a vida planejada e retilínea que o meu noivo tenta levar. Minha falta de planejamento, minha confusão, minha falta de rumo frequentemente atrapalham o planejamento disciplinado que ele faz para alcançar seus límpidos objetivos. Não vejo como isso vai funcionar, mas eu tento sair do caminho pra não atrapalhar. Mas aí, como é que se leva uma vida a dois saindo do caminho do outro?

Eu quero encontrar um equilíbrio que agora me parece impossível.

Eu não quero desistir, mas não quero as coisas assim, e não sei o que posso fazer para que elas sejam de outra maneira, para que funcionem, sem que eu atrapalhe.

Não quero ser um peso arrastado pelo caminho dele. Quero achar meu caminho, um caminho que eu possa trilhar ao lado dele. Quero me encontrar sem perdê-lo.

25 de outubro de 2011. Amor, Devaneios.

Deixe um comentário

Be the first to comment!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback URI

%d blogueiros gostam disto: